CENTRAL DE ATENDIMENTO
(11) 3257.9739


HORÁRIO DE ATENDIMENTO
2ª À 6ª DAS 09:00 ÀS 18:00


ONDE ESTAMOS
PRÓXIMO AO METRO ANHANGABAÚ
R: DR.BRAULIO GOMES, 25 - CJ. 504


DICAS ODONTOLÓGICAS

O que é Bruxismo

Se você acorda e os músculos da sua mandíbula estão doloridos ou com dor de cabeça, você pode estar sofrendo de bruxismo - um ranger ou um forte apertar dos dentes. O bruxismo pode fazer os dentes ficarem doloridos ou soltos, e, às vezes, partes dos dentes são literalmente desgastados. Eventualmente, o bruxismo pode acarretar a destruição do osso circunvizinho e do tecido da gengiva. O Bruxismo também pode levar a problemas que envolvam a articulação da mandíbula, como síndrome da articulação têmporo-mandibular (ATM).

Como saber se tenho bruxismo?
Para muitas pessoas, o bruxismo é um hábito inconsciente. Estas pessoas podem nem mesmo perceber que estão fazendo isto, até que alguém comente que elas fazem um horrível som de ranger de dentes enquanto estão dormindo. Para outras pessoas, é quando fazem um exame dental rotineiro e descobrem que seus dentes estão desgastados ou o esmalte de seu dente está rachado.

Outros potenciais sinais de bruxismo incluem dor na face, na cabeça e no pescoço. Seu dentista é capaz de fazer um diagnóstico preciso e determinar se a origem da dor facial é causada por bruxismo.

Como o bruxismo é tratado?
O tratamento apropriado dependerá do que está lhe causando o problema. Fazendo perguntas apropriadas e examinando detalhadamente seus dentes, seu dentista pode lhe ajudar a determinar se a fonte potencial de seu bruxismo. Com base no grau dos danos causados a seus dentes e a causa provável, seu dentista poderá sugerir:

O uso de um dispositivo quando dormir: feito sob medida pelo seu dentista e ajustado aos seus dentes, o dispositivo encaixa-se sobre os dentes superiores e os protege de se triturarem com os dentes inferiores. Apesar de o dispositivo ser uma boa maneira para lidar com bruxismo, ele não é uma cura. Encontrando meios de relaxamento: a tensão cotidiana parece ser uma das causas principais do bruxismo, e não importa o que seja que reduza a tensão, pode contribuir - ouvir música, ler um livro, fazer um passeio ou tomar um banho. Procurar alguma terapia auxiliará no aprendizado de meios eficazes de controlar situações estressantes. Adicionalmente, se aplicar uma toalhinha morna e molhada no lado de sua face isto poderá ajudar a relaxar os músculos doloridos devido à pressão exercida. Reduzindo a "exposição" de um ou mais dentes para igualar sua mordida: uma mordida anormal, no qual os dentes não se ajustam bem, também pode ser corrigido com restaurações, coroas ou ortodontia. >




Saúde da Gengiva

Nem só de dentes bonitos vive uma boca saudável. É preciso tomar cuidado com o tecido que ajuda a sustentá-los. Medidas simples como a boa higiene bucal ajudam muito.

Suas gengivas costumam sangrar quando você escova os dentes ou usa fio dental? Atenção: ao contrário do que muita gente imagina, isso não é normal, nem inofensivo. Indica que o tecido da mucosa bucal está inflamado e é o primeiro estágio de um processo infeccioso que pode resultar na perda dos dentes. "Em 98% dos casos a inflamação é crônica e não incomoda por muitos anos", explica Antonio Wilson Sallum, presidente da Sociedade Brasileira de Periodontologia (Sobrape) e professor titular de Periodontia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). "Durante todo o tempo, no entanto, a infecção vai se espalhando e comprometendo as estruturas que sustentam os dentes. Se nada for feito, eles ficarão tão frouxos que será preciso extraí- los." Para dar uma idéia da incidência do problema, uma pesquisa publicada pelo National Institute for Health dos Estados Unidos revelou que metade dos norte-americanos com mais de 30 anos apresenta sangramento gengival.

As doenças que afetam as gengivas e o sistema de sustentação dos dentes são chamadas de periodontais - do grego peri, em torno, e odonto, relativo aos dentes. "O primeiro estágio da doença é a gengivite. Nessa fase, a infecção atinge apenas a gengiva e a estrutura óssea que sustenta o dente ainda não se encontra comprometida", diz Denise Takemura, periodontista do Instituto Bibancos, de São Paulo. Se não for tratado, porém, o problema tende a evoluir para um quadro de periodontite, em que são afetados o osso e os ligamentos que apóiam o dente.

CIGARRO TRAZ MAIS PREJUÍZO O organismo do fumante produz menos imunoglobulina - substância que influi na capacidade de resposta imunológica - , se comparado ao organismo do não-fumante. "A resposta vascular e celular também é menor, o que faz com que o fumante, no caso de uma periodontite, tenha perda óssea cinco ou seis vezes maior do que a de alguém que tem a doença e não fuma", explica Antonio Wilson Sallum, presidente da Sociedade Brasileira de Periodontologia e professor titular de Periodontia da Unicamp.

Higiene x bactérias A origem das doenças periodontais é a placa bacteriana que se forma entre os dentes e a gengiva. "Também conhecida por biofilme, trata-se de um verdadeiro ecossistema de bactérias produtoras de toxinas que inflamam a área próxima ao dente", resume Antonio Sallum, da Unicamp. Segundo o especialista, a medida mais importante para impedir a sua formação é a higienização local, que deve ser feita com escova e fio dental pelo menos três vezes ao dia e sempre depois que se come alguma coisa. Caso contrário, as bactérias vão se multiplicar de forma mais rápida.
AGÊNCIA GIGA Odonto Vaz · © 2017 · clinica odontologica em são paulo· Todos os direitos reservados